Trilho pedestre dos Currais (Gerês)

Trilhos Gerês

O Trilho dos Currais (PR3) é um dos muitos percursos pedestres que pode fazer no Parque Nacional da Peneda Gerês. Inserido no âmbito Cultural e Paisagístico, este trilho de perfil circular, tem o seu inicio próximo do Centro de Educação Ambiental do Vidoeiro, no lugar do Vidoeiro, Vilar da Veiga, em Terras de Bouro.

Ao trilhar este caminho vai entrar no mundo das tradições comunitárias locais, particularmente com a prática da vezeira. A vezeira, que decorre entre maio e setembro, consiste no pasto do gado bovino da comunidade nas zonas de cotas elevadas onde estão localizados os currais. O gado é levado para estes locais pelos pastores através de trilhos marcados por mariolas. Estes asseguram a manutenção dos trilhos, dos prados e das cabanas onde costumam pernoitar.

Trilhos dos Currais
Parque de Merendas – Trilho dos Currais

Dos pontos de interesse a assinalar durante o percurso podemos elencar em primeiro lugar os elementos que assumem a designação do trilho. São três os currais a visitar: Curral Lomba do Vidoeiro, Curral da Carvalha das Éguas e o Curral da Espinheira.

Trilhos dos Currais
Marcação do trilho dos Currais

Na parte natural as espécies arbóreas, como o pinheiro bravo, o carvalho e o medronheiro são das que mais se destacam, enquanto que na fauna, as espécies mais comuns são as aves de rapina, o gado bovino e o caprino.

Trilhos dos Currais
Mariola no Trilho dos Currais

Mais ou menos ao meio da caminhada, vai encontrar o Miradouro da Pedra Bela, um dos mais conhecidos do Parque Nacional e que oferece uma vista fantástica sobre a Albufeira de Caniçada.

Trilhos dos Currais
Albufeira da Caniçada – Miradouro de Pedra Bela

O trilho dos Currais pode ser caracterizado de dificuldade média. A sua extensão é aproximadamente de 10 km e a duração entre as 4h e as 5h. A duração do trilho depende do tempo que ficar em cada ponto de interesse e naturalmente sua condição física.

Veja mais informação sobre o trilho no site do município de Terras de Bouro

Locais a visitar nas redondezas

Outros trilhos em Terras de Bouro

  • PR1 – Trilho da Calcedónia
  • PR2 – Trilho do Castelo
  • PR4 – Trilho dos Moinhos e Regadios
  • PR5 – Trilho da Águia do Sarilhão
  • PR6 – Trilho dos Miradouros
  • PR7 – Trilho de S. Bento
  • PR8 – Trilho do Couto do Souto
  • PR9 – Trilho da Geira
  • PR10 – Trilho da Preguiça
  • PR11 – Trilho das Silhas dos Ursos
  • PR12 – Trilho Moinhos de Stª Isabel
  • PR13 – Trilho da Caniçada
  • PR14 – Trilho do Sobreiral da Ermida
  • GR34 – Trilho da Serra Amarela
  • GR50 – Grande Rota Peneda-Gerês

O que Fazer?

  • Trekking
  • Caminhada

Alojamento no Gerês

Pesquise alguns espaços únicos para alugar no Gerês, desde bungalows, casas rurais, quintas, hoteis, e villas para desfrutar de uma estadia memorável no Parque Nacional Peneda Gerês.

Mapa do Trilho dos Currais

Powered by Wikiloc

Visitar a Barragem de Vilarinho das Furnas

Situada entre a Serra Amarela e a Serra do Gerês, na bacia hidrográfica do Rio Cávado, encontra-se uma das barragens mais conhecidas em Portugal: a Barragem de Vilarinho das Furnas. O principal motivo dessa “fama” não se deve ao tamanho da albufeira, ou por ser palco de provas desportivas aquáticas, mas sim pelo facto de ter submerso uma povoação, de seu nome Vilarinho da Furna, e com isso ter ficado debaixo da água toda uma comunidade agro-pastoril dotada de uma organização comunitária perfeita, relevando para uma superioridade na economia local, pastoril e agrícola.

Barragem de Vilarinho da Furna
Barragem de Vilarinho da Furna

As origens de Vilarinho da Furna perdem-se no tempo e as primeiras referências surgem no século XIII, nas famosas inquirições de Afonso II e Afonso III, embora existam teses que defendam a sua existência desde o período romano, uma vez que a Geira passava na povoação.

Barragem de Vilarinho da Furna
Foto de algumas ruinas

No terceiro quartel do séc. XX a aldeia foi comprada, para a construção da barragem, e a despovoação foi efectuada entre 1969 e 1970 tendo a sua população dispersado pelos municípios vizinhos. A Barragem de Vilarinho das Furnas foi inaugurada em Maio de 1972.

Barragem de Vilarinho da Furna
Barragem de Vilarinho das Furnas

Hoje em dia é possível visitar as ruínas da aldeia, e ver de perto as casas, os caminhos e muros quando a barragem é esvaziada para limpeza ou na descida do nível das águas provocada pela seca.

Barragem de Vilarinho da Furna
Foto da albufeira

Não muito longe da barragem, pode visitar o Museu de Etnográfico de Vilarinho da Furna, integrado no edifício da Porta do Parque Nacional da Peneda-Gerês de Campo do Gerês. Aberto desde 1989, este espaço museológico foi criado com o objetivo de preservar a memória da aldeia de Vilarinho da Furna, retratando a vida quotidiana, a organização comunitária e os ofícios tradicionais.

Cascata junto ao caminho florestal que nos leva às ruínas

Locais a visitar

  • Albufeira da Vilarinho das Furnas
  • Museu da Geira
  • Porta do Gerês – Campo do Gerês
  • Gerês Equidesafios
  • Percurso Pedestre Águia do Sarilhão
  • Aldeia de Campo do Gerês
  • Parque de Campismo da Cerdeira
  • Ruínas da aldeia de Vilarinho da Furna
  • Rio Homem
  • Cascata
  • GR 34 – Serra Amarela
  • Mata da Albergaria
  • Portela do Homem

O que Fazer?

  • GR 34 – Serra Amarela

Alojamento no Gerês

Pesquise alguns espaços únicos para alugar no Gerês, desde bungalows, casas rurais, quintas, hoteis, e villas para desfrutar de uma estadia memorável no Parque Nacional Peneda Gerês.

Mapa da Barragem de Vilarinho das Furnas


Visitar a Albufeira da Caniçada

A Barragem da Caniçada é um dos locais mais conhecidos e um dos principais pontos de entrada do Gerês e está localizada na bacia hidrográfica do Rio Cavado, entre os concelhos de Terras de Bouro e Vieira do Minho, Norte de Portugal.

Com o objectivo de produção de energia eléctrica, esta infraestrutura foi inaugurada em 1955, no quadro do plano de aproveitamentos hidroeléctricos em todo o país. É uma barragem em arco em betão com uma altura de 76 m acima da fundação e um comprimento de coroamento de 246 m.

Para os peregrinos de São Bentinho da Porta Aberta, este é um local de passagem obrigatória, nas famosas Pontes de Rio Caldo. De facto, é uma sensação única chegar a este enorme manto de água durante o raiar do sol.

Além das diversas atividades de lazer ligadas aos desportos náuticos, esta zona permite aos seus visitantes desfrutar da paisagem de grande beleza nas diversas esplanadas situadas ao longo da albufeira.

Canoagem na Barragem da Caniçada
Canoagem na Barragem da Caniçada
Canoagem na Barragem da Caniçada
A canoagem é uma das actividades náuticas a não perder
Canoagem na Barragem da Caniçada
A canoagem é uma das actividades náuticas a não perder

Locais a visitar

  • Albufeira da Caniçada
  • Santuário de São Bentinho da Porta Aberta
  • Mural de Vhils
  • Praia fluvial de Alqueirão
  • Capela de Nossa Senhora da Conceição
  • Praia Fluvial da Barca
  • Pontes de Rio Caldo
  • Igreja Paroquial de Rio Caldo
  • Marina
  • Praia Ribeira Gerês

O que Fazer?

  • Canoagem
  • Passeios de barco
  • Bóias radicais
  • Motas de água
  • Mergulhos
  • Paddle
 Barragem da Caniçada
Passeios de barco na Barragem da Caniçada
Bóias radicais Gerês
Bóias radicais na Barragem da Caniçada

Alojamento no Gerês

Pesquise alguns espaços únicos para alugar no Gerês, desde bungalows, casas rurais, quintas, hoteis, e villas para desfrutar de uma estadia memorável no Parque Nacional Peneda Gerês.

Mapa da Albufeira da Caniçada